terça-feira, 13 de novembro de 2007

Igreja Católica








A Igreja Católica é a maior denominação religiosa (organização religiosa) do Cristianismo, com mais de um bilhão de fiéis. Chama-se também a Igreja Católica Romana e Igreja Católica Apostólica Romana. Ela se autodefine pelas palavras do Credo, como: una porque nela subsiste a única instituição verdadeiramente fundada e encabeçada por Cristo para reunir o povo de Deus, porque ela tem como alma o Espírito Santo, que une todos os fiéis na comunhão em Cristo e porque ela tem uma só fé, uma só vida sacramental, uma única sucessão apostólica, uma comum esperança e a mesma caridade; santa porque ela é a Esposa de Cristo (Cristo entregou-se por ela), por sua ligação única com Deus, o seu autor, e que visa, através dos sacramentos, santificar, purificar e transformar os fiéis; católica porque ela é universal, é espalhada por toda a Terra, é portadora da integralidade e totalidade do depósito da fé e nela está presente Cristo ("Onde está Cristo Jesus, aí está a Igreja Católica", citação de S. Inácio de Antioquia); apostólica porque ela é fundamentada na doutrina dos apóstolos cuja missão recebeu sem ruptura.

A Igreja Católica é constituída por 23 Igrejas autónomas (sui juris), em ligação umas com as outras e subordinadas ao Papa, também chamado de Bispo de Roma, na sua qualidade de Sumo Pontífice da Igreja Universal, segundo a doutrina tradicional católica. Estas igrejas autônomas professam a mesma doutrina e fé, salvaguardada na sua integridade e totalidade pelo Papa. Mas, elas possuem diferentes particularidades histórico-culturais, uma tradição teológica e litúrgica diferentes e uma estrutura e organização territorial separadas.

A Igreja Católica é muitas vezes confundida com a Igreja Católica Latina, uma das 23 Igrejas autónomas da Igreja Católica. O actual Bispo de Roma e Papa é Bento XVI, eleito em 19 de Abril de 2005, como sucessor do Papa João Paulo II. Seu nome de batismo é Joseph Ratzinger. De acordo com a doutrina tradicional da Igreja Católica, o Papa, Bispo de Roma, seria sucessor de S. Pedro, sendo este o perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade da Igreja Universal, de acordo com a doutrina tradicional da Igreja Católica. De acordo com essa doutrina, o papa seria o vigário de Cristo, cabeça do colégio dos Bispos e pastor de toda a Igreja, sobre a qual, por instituição divina, teria poder, pleno, supremo, imediato e universal.


5 comentários:

Manel disse...

A igreja Católica Romana não é a Igreja de Cristo (não é PURA) nem foi fundada por Yaohushua,
Foi fundada pelo Imperador Romano.

No tempo dos Apóstolos (que tal como Cristo tinham a religião judaica) o cristianismo (VIA) não era uma religião; não havia «padres cristãos», não havia uma classe clerical cristã, etc. não havia toda a estrutura que agora conhecemos, e que se criou a partir de Constantino, Um seu sucessor tornou a religião catõlica romana como oficial do Estado.

Manel disse...

1) «Ele quis apresentá-la esplêndida, como Igreja sem mancha nem ruga, nem coisa alguma semelhante, mas santa e imaculada.»
( Ef 5, 27)

2) Curiosidades proféticas do poder Babilónico-Romano.

piriquito verde disse...

cristo foi chamado de cachorro,fedido,com pouca utilidade,entre outras ofensas,quando a bombril chamou os homens brasileiros destas palavras.absurdo a bombril achar isto de todos os homens de forma generalizada.

Maria disse...

Manel meu caro..
Os inimigos da Igreja de Cristo, desesperadas quando denunciamos que suas seitas foram inventadas cerca de 15 ou mais séculos depois, então vieram com mais esta mentira...
Uma mentira tão torpe, que não engana nem uma criança. É só dar uma olhada na História da Igreja nos três primeiros séculos.
A Igreja tem uma série ininterrupta de 266 Papas: De Pedro até Bento XVI.
De Pedro até Constantino foram TRINTA E DOIS PAPAS !!!
Então se Constantino fundou alguma Igreja...
- De qual igreja foram os 32 papas antes dele ?
- Se Constantino fundou alguma igreja, onde estão as provas...?
- Onde está um só documento histórico comprovando?
- Onde está o EDITO DO IMPERADOR Constantino ?

O que Constantino fez foi dar liberdade de culto aos cristãos, através do Edito de Milão, 313. Esses falsários não são novidade....
Bem disse São Paulo, que viria o tempo, em que as pessoas desviariam os ouvidos da verdade para aplicá-los às fábulas!

Eduardo disse...

Deveriam mudar o nome de Igreja católica, para ,Igreja de adoradores de homens, ou igreja Mariolatria.
Na igreja catolica não existe devotos do Senhor Jesus!
Eu nunca vi!
Mas de homens...
Vçs adoram até um tal de Senhor Morto;que que isso, depois dizem que são igreja genuina de Cristo!